Notícias

24/03/2014   25/03/2014 11h38 | A+ A- | 1990 visualizações

Show homenageia mulheres com canções latino-americanas

Cultura na Sedufsm “Canta América, canta!” acontece quarta, 26, 19h, na praça Saldanha Marinho


Material de divulgação se inspira no Movimento Zapatista, do México

Na 61ª edição do Cultura na Sedufsm, nesta quarta, 26, às 19h, a homenagem para as mulheres será através de canções latino-americanas que remetem às lutas sociais. O show “Canta América, canta!” acontece na praça Saldanha Marinho e traz para o espaço público um repertório que vai de Elis Regina, passa por Clara Nunes, Mercedes Sosa, Joan Baez, e chega até Rita Lee, Leon Gieco, José Martí, Caetano Veloso e uma série de artistas e compositores que possuem uma vinculação intrínseca com a resistência ao autoritarismo em todo o planeta.

As músicas lembrarão momentos importantes na história dos povos latino-americanos na luta contra a opressão, como por exemplo, “Me gustan los Estudiantes”, composta por Violeta Parra e eternizada na voz de Mercedes Sosa, mas que também serve de referência para as lutas mais recentes do movimento estudantil em relação à questão do transporte coletivo. Também estará presente no setlist musical a canção “Pagu”, de Rita Lee, que já fez sucesso na voz de Maria Rita. Na verdade, ‘Pagu’ é o pseudônimo artístico da revolucionária Patrícia Galvão, a primeira militante comunista brasileira a ser presa, na década de 1930, por participar de um movimento grevista.

A produção visual do cartaz e de outros materiais de divulgação se inspira na luta do Movimento Zapatista, iniciado no princípio da década de 1990, no México. Além de uma camiseta, foi produzida para o evento uma bandana, com motivações extraídas da simbologia dos zapatistas, que pode ser usada na cabeça ou então em forma de lenço de pescoço.

O produtor do show é o servidor público e músico Janu Uberti, que coordenará um grupo de já conhecidos musicistas de Santa Maria, tais como Tiane Tâmbara, Renato Mirailh, Oristela Alves, Laura Guarany, Gisele Guimarães, Maninho Pinheiro e Paola Matos. Uma das novidades desse show é a participação especial de Ricardo Rondinel, professor do departamento de Ciências Econômicas da UFSM, atualmente também um aprendiz musical. No clima do evento, Rondinel cantará “Orelhano”, que já foi destaque na voz de Dante Ramon Ledesma e “América Latina”, uma das composições do professor, escritor e poeta, Humberto Gabbi Zanatta.

Aprender cantando

O professor de economia ressalta que sempre teve gosto pela música. Já nos anos 1970, quando era estudante na Universidade de San Marcos, em Lima (Peru), Rondinel lembra que cantava músicas de Victor Jara, Daniel Viglieti, Mercedes Sosa, Violeta Parra, embalado pelos protestos contra a ditadura de Augusto Pinochet, no Chile. Já no Brasil, Ricardo Rondinel comenta que aprendeu português cantando músicas como de Chico Buarque, que usava para embalar o sono de suas filhas. Em 2013, Rondinel resolveu fazer aula de técnica vocal na Musiartes e por sugestão do professor Rafael Conrado acabou por fazer algumas apresentações públicas. Sua estreia em um palco foi em 2013, interpretando “América Latina”, uma das muitas composições do professor, escritor e poeta Humberto Gabbi Zanatta, atual diretor da Sedufsm.

O grupo musical que dará suporte ao show é composto por Fabiano Ribeiro, Daniel Fortes, Diogo Matos, Pedro Matos e Rafael Conrado. O evento tem entrada gratuita.

Texto: Fritz R. Nunes

Arte: J. Adams Propaganda

Assessoria de imprensa da Sedufsm

 

Notícias Relacionadas



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2020 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet