ATENDIMENTO DA SEDUFSM

A Sedufsm informa que a partir de segunda, 23 de março, a sede do sindicato estará fechada e todos os atendimentos serão realizados de forma remota (online), por tempo indeterminado. Os (as) sindicalizados (as) poderão entrar em contato com a entidade das 8h às 12h e das 14h às 18h através do e-mail sedufsm@terra.com.br ou dos telefones (55) 99614-2696 e (55) 99935-8017.

Sindicato


Espaço Cultural

Reflexões Docentes

Contatos SEDUFSM

(55) 3222 5765

Segunda à Sexta
08h às 12h e 14h às 18h

Endereço

SEDUFSM
Rua André Marques, 665
Centro, Santa Maria - RS
97010-041

Email

Fale Conosco - escreva para:
sedufsm@terra.com.br

Twitter

SEDUFSM

Facebook

SEDUFSM

Youtube

SEDUFSM

Notícias

30/03/2020   16/07/20 10h08 | A+ A- | 674 visualizações

Vai ser uma chacina se não abrirem leitos do Regional, diz médico

Infectologista Fábio Pedro destaca que 80% dos leitos em S. Maria são particulares e 20% SUS


Médico infectologista Fábio Pedro (d): burocracia impede a abertura do Hospital Regional

Em áudio que circulou em grupos de whatsapp no sábado (28), o médico infectologista e professor do curso de Medicina da UFSM, Fábio Pedro, faz um apelo aos políticos da região e à comunidade em geral. Segundo ele, é preciso abrir o Hospital Regional de Santa Maria atendendo 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS) entre 15 e 20 dias. Caso contrário, diz ele: “será uma chacina aos usuários do SUS”. Isso, conforme o médico, que também atua junto ao Hospital Universitário (Husm), se deve ao fato de que, do total de leitos da cidade em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 80% são para convênios/particulares e apenas 20% pelo SUS. Ou seja, para uma população de mais ou menos 160 mil habitantes, o percentual de leitos pelo Sistema Único é de 20%, algo em torno de 20 leitos, explicou o infectologista.

É justamente a falta de leitos de UTI e de equipamentos como o de respiradores é que tem levado a muitos óbitos em outros países. A sobrecarga devido à disseminação da doença faz com que muitos pacientes precisem, ao mesmo tempo, de leitos para atendimento em estado grave. Em seu depoimento, Fábio Pedro apela aos parlamentares da região, a empresários e à comunidade em geral. “O hospital regional não é mais do estado, não é de ninguém. Ele é da comunidade de Santa Maria”, diz ele. Para o médico, a burocracia está emperrando a abertura do hospital. A briga dura ao menos dois meses tentando reabri-lo, afirma. A comunidade, de certa forma, está tentando responder ao chamado de Pedro. Foi organizada para esta segunda (30), um buzinaço e outras formas de manifestação em apoio à abertura do Regional a partir das 16h.

Prefeito garante leitos para segunda quinzena de abril

No último sábado (28), o prefeito de Santa Maria, Jorge Pozzobom (PSDB), postou nas redes sociais um vídeo no qual garante que o Hospital Regional será aberto na segunda quinzena de abril, período considerado de pico da infestação do coronavírus na região.

Conforme o Diário de Santa Maria, Pozzobom explicou o cronograma e de que formas esses leitos do Regional serão operacionalizados. Segundo o chefe do Executivo, inicialmente, o Regional terá 20 leitos clínicos até o fim de abril. E os 20 restantes serão disponibilizados até o começo de maio. Desde a última sexta-feira, diz o jornal, foi dado início às adequações na estrutura do complexo para, na sequência, receber camas e a instalação dos aparelhos de ar-condicionado.


Texto: Fritz R. Nunes com informações também do Diário de S. Maria

Imagem: UFSM

Assessoria de imprensa da Sedufsm

 

 

 



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2020 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet