ATENDIMENTO DA SEDUFSM

A Sedufsm informa que a partir de segunda, 23 de março, a sede do sindicato estará fechada e todos os atendimentos serão realizados de forma remota (online), por tempo indeterminado. Os (as) sindicalizados (as) poderão entrar em contato com a entidade das 8h às 12h e das 14h às 18h através do e-mail sedufsm@terra.com.br ou dos telefones (55) 99614-2696 e (55) 99935-8017.

Sindicato


Espaço Cultural

Reflexões Docentes

Contatos SEDUFSM

(55) 3222 5765

Segunda à Sexta
08h às 12h e 14h às 18h

Endereço

SEDUFSM
Rua André Marques, 665
Centro, Santa Maria - RS
97010-041

Email

Fale Conosco - escreva para:
sedufsm@terra.com.br

Twitter

SEDUFSM

Facebook

SEDUFSM

Youtube

SEDUFSM

Notícias

06/07/2020   06/07/20 13h55 | A+ A- | 321 visualizações

País tem jornada de lutas contra Bolsonaro e Mourão nos dias 10, 11 e 12 de julho

Iniciativa denuncia aumento galopante de mortes por coronavírus e ataques a direitos sociais e trabalhistas


Nesta segunda-feira, 6 de julho, o Brasil já contabiliza 64.900 mortes por coronavírus e 1.604.585 pessoas infectadas pela doença. Isso se considerarmos apenas os números notificados por órgãos oficiais. Apesar disso, o país está há mais de 50 dias sem ministro da Saúde. 

No que tange à economia, a previsão é de uma queda de até 10% no PIB, que deve vir acompanhada do aumento do desemprego – problema que hoje já afeta cerca de 12 milhões de pessoas. No Congresso Nacional, projetos como a Medida Provisória (MP) 936, responsável por reduzir salários e jornada, encontram caminho aberto para aprovação. 

É contra esse cenário de mortes, desemprego e ataques a direitos que entidades, movimentos sociais, partidos políticos e organizações da sociedade civil organizam uma Jornada de Lutas, marcada para ocorrer na próxima sexta, sábado e domingo (10, 11 e 12 de julho) com o slogan “Fora Bolsonaro e Mourão. Jornada de Lutas para salvar vidas e o Brasil”. Confira a agenda:

Sexta-feira (10 de julho): Grande dia de mobilização, com atos simbólicos, paralisações, assembleias nos locais de trabalho e atraso na produção onde for possível. A CSP-Conlutas, que faz parte da construção da jornada, orienta que neste dia as pessoas vistam preto e coloquem uma toalha ou pano preto em suas janelas como forma de protesto. A central ainda incentiva os trabalhadores e a juventude a se integrarem ativamente nas iniciativas das redes sociais que ocorrerem durante esse dia e a promoverem um panelaço nacional contra o governo às 20h30.

Sábado (11 de julho): Plenária Popular Nacional pelo Fora Bolsonaro, que ocorrerá de forma virtual com a participação de sindicatos e movimentos sociais do país inteiro.

Domingo (12 de julho): Atos de rua, com distanciamento social, uso de máscaras e de álcool em gel. Aqueles que se enquadram em grupos de risco são orientados a não comparecerem.

A CSP-Conlutas, central sindical à qual o ANDES-SN é filiado, explica em seu site que “atuará simultaneamente à campanha nacional, mas também manterá as bandeiras centrais que vem defendendo nesse período da pandemia, mantendo a independência e autonomia com a política aprovadas nas suas instâncias: “Em defesa da vida, quarentena geral com garantia de emprego e renda digna para todos. Fora Bolsonaro e Mourão, já”. Manteremos também a a luta contra o racismo e o genocídio do povo pobre, a defesa das bandeiras dos trabalhadores em serviço essencial por garantia de EPIs (equipamentos de proteção individual) e condições de trabalho”.

 

Texto: Bruna Homrich, com informações de CSP-Conlutas

Imagem: CSP-Conlutas

Assessoria de Imprensa da Sedufsm

 

 

 

 

 

 

 



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2020 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet