ATENDIMENTO DA SEDUFSM

A Sedufsm informa que a partir de segunda, 23 de março, a sede do sindicato estará fechada e todos os atendimentos serão realizados de forma remota (online), por tempo indeterminado. Os (as) sindicalizados (as) poderão entrar em contato com a entidade das 8h às 12h e das 14h às 18h através do e-mail sedufsm@terra.com.br ou dos telefones (55) 99614-2696 e (55) 99935-8017.

Sindicato


Espaço Cultural

Reflexões Docentes

Contatos SEDUFSM

(55) 3222 5765

Segunda à Sexta
08h às 12h e 14h às 18h

Endereço

SEDUFSM
Rua André Marques, 665
Centro, Santa Maria - RS
97010-041

Email

Fale Conosco - escreva para:
sedufsm@terra.com.br

Twitter

SEDUFSM

Facebook

SEDUFSM

Youtube

SEDUFSM

Notícias

13/02/2020 | A+ A- | 241 visualizações

1ª Coordenação Nacional da CSP-Conlutas começa nessa sexta, 14

Ataques de Bolsonaro, genocídio da população negra e lutas pelo mundo serão algumas das pautas


Reforma da Previdência, MP 905, privatização e ataques a direitos democráticos estarão em debate.

É com o grande objetivo de fazer um balanço das lutas de 2019 e de planejar e organizar os desafios da classe trabalhadora nesse ano, que a CSP-Conlutas realiza, a partir dessa sexta, 14, a 1ª Coordenação Nacional de 2020. Dentre as pautas, a resistência aos ataques promovidos pelo governo de Jair Bolsonaro, o genocídio da população negra e as lutas ao redor do mundo recebem destaque. A Reforma da Previdência, a MP 905 – conhecida como a “Carteira Verde e Amarela” –, as ameaças de privatização de instituições públicas, a militarização e os ataques a direitos democráticos também estarão em debate. A Sedufsm estará representada na Coordenação Nacional pelo presidente Júlio Ricardo Quevedo dos Santos. O evento começa nessa sexta, dia 14, e segue até o dia 16 e será realizado na Quadra dos Metroviários (Rua Serra do Japi, 31, Tatuapé) em São Paulo.

Para dar o pontapé inicial nos debates, a programação da Coordenação Nacional está organizada em painéis e mesas que contarão com a presença de convidados e convidadas. Do primeiro painel dessa sexta, por exemplo, que tratará da análise da conjuntura e que tem como tema “Um ano de Governo Bolsonaro, ataques aos direitos e as liberdades democráticas – A luta de classes e nossos desafios”, participarão Plínio de Arruda Sampaio Junior (economista, professor universitário e um dos editores do Boletim Contrapoder), Maria Tereza Cruz (da Ponte Jornalismo) além de representante da Secretaria Executiva Nacional da CSP-Conlutas. Já às 11h, dando sequência ao debate sobre a conjuntura, mas com enfoque especial no genocídio e encarceramento da população negra como política de Estado, participarão Hilda Maria Azevedo Alves (do movimento Mães de Maio da Leste), Katiara Oliveira (da Rede de Proteção e Resistência Contra o Genocídio), Railda Alves (da Amparar) e Gabriela Nascimento (da Frente Estadual pelo Desencarceramento/SP).

Lutas pelo mundo

Já no sábado, 15, a primeira mesa será dedicada a um tema que sempre encontra respaldo nos debates da CSP-Conlutas: a luta da classe trabalhadora em outros lugares do mundo. A atividade, que inicia às 9h e tem como tema “Lutas pelo Mundo”, contará com a participação de Maria Rivera (da Defensoria Popular que luta pela liberdade de presos políticos no Chile), Nara Cladera (professora e dirigente da União Sindical Solidaires, da França) e Mónica Leticia Schlotthauer (dirigente ferroviária em Buenos Aires, integrante da FIT e ex. Deputada Nacional). A Coordenação Nacional também contará com espaço de prestação de contas, votação de resoluções e moções, reunião de setoriais e apresentação de relatórios das setoriais, incluindo relatórios do 4º Congresso Nacional da entidade. Além disso, será realizada a eleição da nova Secretaria Executiva Nacional e do Novo Conselho Fiscal.

Confira a programação completa da 1ª Coordenação Nacional:

Coordenação Nacional da CSP-Conlutas

Data: 14 a 16 de fevereiro

Local: Quadra dos Metroviários – Rua Serra do Japi, 31 – Tatuapé (Metrô Tatuapé – linha vermelha) – São Paulo/SP.

Sexta-feira (14/2/2020)

9h30 – Painel Análise da Conjuntura – Tema: Um ano de Governo Bolsonaro, ataques aos direitos e as liberdades democráticas – A luta de classes e nossos desafios.

Convidados: Plínio de Arruda Sampaio Junior, Boletim Contra Poder; Maria Tereza Cruz, Ponte Jornalismo e um representante da Secretaria Executiva Nacional da CSP-Conlutas;

11h – Debate da Conjuntura sobre genocídio e encarceramento como política do Estado

Convidados: Hilda Maria Azevedo Alves, do movimento Mães de Maio da Leste, Katiara Oliveira, da Rede de Proteção e Resistência Contra o Genocídio e Railda Alves, da Amparar,  Gabriela Nascimento, Frente Nacional

13h30 – Almoço;

15h – Continuação conjuntura;

17h – Prestação de Contas;

19h – Encerramento dos trabalhos.

Sábado (15/2/2020)

9h – Mesa: Internacional Lutas pelo Mundo

Convidados: Maria Rivera, do Chile, da Defensoria Popular que luta pela liberdade de presos políticos; Nara Cladera, professora e dirigente da União Sindical Solidaires, Mónica Leticia Schlotthauer, dirigente ferroviária em Buenos Aires, membro da FIT e ex. Deputada Nacional;

13h – Almoço

14h– Eleição da Secretaria Executiva Nacional e Conselho Fiscal – Composição de chapas (apresentação e defesa) e votação;

16h– Reuniões Setoriais;

18h – Apuração dos votos, apresentação da nova composição da SEN e Conselho Fiscal, posse;

Domingo (16/2/2020)

9h – Apresentação dos relatórios dos setoriais, incluindo relatórios do 4º Congresso Nacional, e votação das resoluções e moções;

13h– Encerramento da reunião.

Texto: Rafael Balbueno (com informações de CSP-Conlutas)
Fotos: divulgação
Assessoria de imprensa da Sedufsm



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2020 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet