MOBILIZAÇÃO CONTRA REFORMA ADMINISTRATIVA

Sindicato

ATENDIMENTO DA SEDUFSM

A Sedufsm informa que a partir de segunda, 23 de março, a sede do sindicato estará fechada e todos os atendimentos serão realizados de forma remota (online), por tempo indeterminado. Os (as) sindicalizados (as) poderão entrar em contato com a entidade das 8h às 12h e das 14h às 18h através do e-mail sedufsm@terra.com.br ou dos telefones (55) 99614-2696 e (55) 99935-8017.


Espaço Cultural

Reflexões Docentes

Contatos SEDUFSM

(55) 3222 5765

Segunda à Sexta
08h às 12h e 14h às 18h

Endereço

SEDUFSM
Rua André Marques, 665
Centro, Santa Maria - RS
97010-041

Email

Fale Conosco - escreva para:
sedufsm@terra.com.br

Twitter

SEDUFSM

Facebook

SEDUFSM

Youtube

SEDUFSM

Notícias

03/09/2020   03/09/20 10h20 | A+ A- | 298 visualizações

Sem previsão de concursos, governo contratará servidor temporário

Equipe econômica de Bolsonaro prevê gasto de R$ 1,5 bilhão para recrutar 10.565 profissionais


Titular do Ministério da Economia, Paulo Guedes, defende a redução do funcionalismo público

1,5 bilhão de reais. Esse é o custo de uma licitação para a contratação de servidores terceirizados do governo federal, comandado por Jair Bolsonaro. O processo será discutido em 10 de setembro em uma audiência pública virtual. Ao todo, 10.565 profissionais serão recrutados.

A intenção do Ministério da Economia é contratar serviços de apoio administrativo, recepção e secretariado para 51 órgãos e entidades da Administração Pública Federal. Todos os contratados serão lotados no Distrito Federal. Apesar dos números altos, o Ministério da Economia, responsável pela organização da contratação, alega que a licitação unificada irá gerar uma economia de R$ 106 milhões para o governo. A medida é uma das formas que o governo utiliza para não contratar servidores estatutários.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, defende a redução do funcionalismo. Ele, por exemplo, não autorizou concursos para 2021. É a primeira vez que o governo realiza uma contratação com esse formato. Entre os critérios adotados para a licitação está a redução de cargos. Antes, eram 36. Agora, serão somente sete. Os profissionais foram separados em 26 lotes, que darão o ritmo das admissões.

“A licitação prevê a execução dos serviços mediante alocação pela contratada de empregados para os cargos de auxiliar administrativo, assistente administrativo, recepcionista, recepcionista bilíngue, secretário executivo I, secretário executivo II e técnico em secretariado”, destaca o Ministério da Economia. O contrato terá duração de 30 meses e exigirá a disponibilização de solução tecnológica para subsidiar a gestão e fiscalização contratual, por meio de aplicação web e aplicativo mobile.

 

Fonte: Site ‘Metrópoles’

Imagem: EBC

Edição: Fritz R. Nunes (Sedufsm)

 

 

 



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2020 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet