MOBILIZAÇÃO CONTRA REFORMA ADMINISTRATIVA

Sindicato

ATENDIMENTO DA SEDUFSM

A Sedufsm informa que a partir de segunda, 23 de março, a sede do sindicato estará fechada e todos os atendimentos serão realizados de forma remota (online), por tempo indeterminado. Os (as) sindicalizados (as) poderão entrar em contato com a entidade das 8h às 12h e das 14h às 18h através do e-mail sedufsm@terra.com.br ou dos telefones (55) 99614-2696 e (55) 99935-8017.


Espaço Cultural

Reflexões Docentes

Contatos SEDUFSM

(55) 3222 5765

Segunda à Sexta
08h às 12h e 14h às 18h

Endereço

SEDUFSM
Rua André Marques, 665
Centro, Santa Maria - RS
97010-041

Email

Fale Conosco - escreva para:
sedufsm@terra.com.br

Twitter

SEDUFSM

Facebook

SEDUFSM

Youtube

SEDUFSM

Notícias

27/11/2020   27/11/20 14h58 | A+ A- | 268 visualizações

Dica cultural: professora sugere romance de Leonardo Padura

Márcia Morschbacher sintetiza as qualidades de “O homem que amava os cachorros”


Capa da versão portuguesa do livro de Padura, cujo título é 'O homem que gostava de cães'

Sextou na quarentena! A dica cultural desta sexta, 27, é da professora Márcia Morschbacher, do departamento de Metodologia do Ensino (CE) da UFSM. Para a docente, vale muito a leitura da obra do escritor cubano, Leonardo Padura Fuentes, de 2009, intitulada “O homem que amava os cachorros”. A publicação deste livro, no Brasil, só ocorreu em 2015. Apesar de ser um romance policial, característica do autor, Márcia destaca que a publicação navega pela história, tendo em vista que se refere a fatos da trajetória de um dos líderes políticos russos mais conhecidos e reverenciados, Leon Trotsky. O livro trata de Trotsky, mas também daquele que o assassinou no México, em 1940, Ramon Mercader. Boa leitura!

“A dica cultural que apresento é a bela obra do escritor cubano Leonardo Padura (foto abaixo), intitulada “O homem que amava os cachorros” e publicada no Brasil em 2015 pela Editora Boitempo.

Como afirma Frei Betto na apresentação da edição brasileira, esta obra “é e não é uma ficção” ou, como o próprio Padura demarca em uma nota de agradecimento ao final do livro, “se trata de um romance, apesar da presença esmagadora da história em cada uma de suas páginas”.

Em “O homem que amava os cachorros”, o autor retrata um episódio marcante do século XX, a saber, o assassinato de Leon Trotsky (1879-1940) por Ramon Mercader (1913-1978). Mais do que isso, aborda as trajetórias destes dois personagens históricos, a partir da narrativa do personagem Iván Cárdenas Maturell, um aspirante a escritor que vive em Cuba e que narra em 2004 os encontros que teve com um enigmático homem que passeava pela praia acompanhado de dois cães no ano de 1977. Este sujeito, denominado por Iván “o homem que amava os cachorros”, confidencia relatos singulares, que lhe permitem reconstruir a trajetória de Trotsky (exilado e perseguido por Joseph Stalin (1878-1953)) e de Ramon Mercader (agente de Stalin encarregado de eliminar Trotsky).

Padura combina o relato de Iván sobre os personagens com o debate acerca de grandes temas políticos e sociais do século XX (e de nosso tempo), o que converte “O homem que amava os cachorros” em uma obra singular e fascinante.

A leitura de suas 592 páginas é uma incursão por fatos históricos do século XX e pela brilhante capacidade literária de Leonardo Padura. Deixo, portanto, o meu convite para que a obra – publicada em países como Espanha, Cuba, Argentina, Brasil, Portugal, França, Inglaterra e Alemanha – seja acessada e apreciada”.

Márcia Morschbacher

Professora do departamento de Metodologia do Ensino do CE-UFSM.

 

Edição: Fritz R. Nunes

Imagens: Arquivo pessoal e blog da Boitempo

Assessoria de imprensa da Sedufsm



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2021 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041