MOBILIZAÇÃO CONTRA REFORMA ADMINISTRATIVA

Cartilha sobre a PEC 32


ATENDIMENTO DA SEDUFSM

A Sedufsm informa que desde o dia 20 de outubro de 2021 recomeçou o atendimento presencial na sede. Os (as) sindicalizados (as) devem entrar em contato pelo e-mail [email protected] ou pelo fone (55) 3222.5765 para fazer o agendamento da ida à sede.


Últimas Notícias

Espaço Cultural

Reflexões Docentes

Contatos SEDUFSM

(55) 3222 5765

Segunda à Sexta
08h às 12h e 14h às 18h

Endereço

SEDUFSM
Rua André Marques, 665
Centro, Santa Maria - RS
97010-041

Email

Fale Conosco - escreva para:
[email protected]

Twitter

SEDUFSM

Facebook

SEDUFSM

Youtube

SEDUFSM

Notícias

29/01/2020   29/01/2020 17h11m   | A+ A- |   955 visualizações

Movimentos sociais se mobilizam contra transfobia em S. Maria

Representantes de ONGs e juristas estiveram reunidos com delegados na sexta, 24

Reunião de movimentos sociais e juristas, com delegado e delegada, dia 24 de janeiro
Reunião de movimentos sociais e juristas, com delegado e delegada, dia 24 de janeiro

29 de janeiro é o Dia Nacional da Visibilidade de Transexuais e Travestis. A data foi estabelecida em 2004, para lembrar a luta de pessoas travestis e transexuais por identidade de gênero, orientação sexual e direitos básicos, e também por acesso às políticas de saúde pública e ao mercado de trabalho, que são diariamente negados pela sociedade. E a cidade de Santa Maria enfrenta um problema ainda mais grave. Desde setembro do ano passado, até 21 de janeiro deste ano, já ocorreram cinco assassinatos de pessoas trans na cidade. Movimentos sociais na cidade, como por exemplo, o Coletivo Voe, a ONG Igualdade, estão se mobilizando para tentar barrar essa escalada de violência.

Além de eventos públicos, como a roda de conversa que ocorreu na terça, final da tarde, na praça dos Bombeiros, e do ato público marcado para esta quarta (29), às 16h, na praça Saldanha Marinho, os representantes de movimentos, com apoio de outros órgãos, têm se reunido com autoridades da segurança para discutir, além de ações de prevenção, estratégias para a conscientização da comunidade, combatendo o discurso de ódio contra esses segmentos, ao mesmo tempo em que são almejadas atitudes específicas de criminalização da LGBTfobia.

Na última sexta, 24 de janeiro, ocorreu uma reunião entre representantes do Coletivo Voe (Gabriela Quartiero), da ONG Igualdade (Marquita Quevedo), com Elisabete Shimomura, responsável pela Delegacia de Homicídios de Santa Maria, e com o chefe da delegacia regional de Política, Sandro Meinerz. Participaram também dessa agenda Marina Callegaro, da Associação de Juristas pela Democracia (AJURD) e Alberto Goerch, da comissão de diversidade sexual e de gênero da Ordem dos Advogados (OAB/ Santa Maria).

Conforme Gabriela Quartiero, a informação recebida das autoridades policiais é que a investigação vem sendo feita pelo setor de homicídios porque isso dá uma maior celeridade ao processo. Entretanto, segundo Gabriela, há um entendimento de que, para além das motivações aos crimes, o pano de fundo é a violência transfóbica. A integrante do Coletivo Voe também disse ter reiterado ao delegado e à delegada que o entendimento dos movimentos sociais é de que “não basta prender” os assassinos. É preciso, diz ela, desenvolver políticas públicas de prevenção a esses crimes.

Violência contra as mulheres

Nesta terça, 28, ocorreu uma outra reunião, desta vez junto à Prefeitura Municipal. O encontro foi com integrantes do Fórum de Enfrentamento à Violência Contra Mulheres, que, em 8 de março, vai lançar uma campanha com o objetivo de prevenir os atos de violência, incentivar as denúncias e conscientizar a população sobre o crime.

Durante a reunião foram debatidas formas de divulgar com intensidade a campanha, salientando-se a necessidade de a comunidade se juntar à causa, bem como de entidades e instituições públicas e privadas aderirem. A expectativa da coordenadora-geral da campanha, Maria Celeste Landerdahl, é que, em março deste ano, a campanha já esteja lançada, sendo promovida em outdoors, panfletos, mídias impressas e digitais, entre outros meios. Conforme Laura Cortes, coordenadora do Fórum, a campanha abrangerá as mulheres trans também.

Leia também uma reportagem sobre o trabalho do ANDES-SN na luta em defesa da população trans.

 

Texto: Fritz R. Nunes com informações da Prefeitura de Santa Maria e  do ANDES-SN

Fotos: Coletivo Voe/facebook

Assessoria de imprensa da Sedufsm

Fotos da Notícia

Reunião de movimentos sociais e juristas, com delegado e delegada, dia 24 de janeiro

Compartilhe com sua rede social


© 2022 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041