MOBILIZAÇÃO CONTRA REFORMA ADMINISTRATIVA

Cartilha sobre a PEC 32

Últimas Notícias

Espaço Cultural

Reflexões Docentes

Contatos SEDUFSM

(55) 3222 5765

Segunda à Sexta
08h às 12h e 14h às 18h

Endereço

SEDUFSM
Rua André Marques, 665
Centro, Santa Maria - RS
97010-041

Email

Fale Conosco - escreva para:
[email protected]

Notícias

05/01/2022   06/01/2022 10h15m   | A+ A- |   556 visualizações

Ministro da Educação recua e não vem à posse de reitor da UFSM

Luciano Schuch assumiu nesta quarta, virtualmente, mas solenidade de transmissão de cargo foi mantida para sábado, 8

Ato de posse com a presença de titular do MEC ocorreu nesta quarta, 5, na modalidade on-line
Ato de posse com a presença de titular do MEC ocorreu nesta quarta, 5, na modalidade on-line

Poucas horas depois de ter sido divulgado que no sábado, 8 de janeiro, ocorreria um protesto contra a presença do ministro da Educação no ato oficial de transmissão de cargo de reitor e vice da UFSM, ao professor Luciano Schuch e à professora Martha Adaime, a visita de Milton Ribeiro foi cancelada. A alegação para o cancelamento foi problema de agenda.

O protesto, que havia sido marcado para sábado, foi proposto pelo Diretório Central de Estudantes (DCE), mas contava com o apoio da Sedufsm, Assufsm, Atens, Sinasefe, Associação de Pós-Graduandos (APG), Casas de Estudantes.

A solenidade de transmissão dos cargos de reitor e vice está mantida para sábado, a partir das 10h, no prédio 9F, do curso de Arquitetura e Urbanismo, junto ao Centro de Tecnologia, no campus de Camobi. No que se refere à posse propriamente dita, ela acabou antecipada e ocorreu sob a coordenação de Milton Ribeiro, no final da tarde desta quarta, 5 de janeiro, na modalidade virtual. Durante a atividade, houve protesto contra o governo Bolsonaro pelas redes sociais. Já o ato de sábado foi cancelado.

O repúdio à presença do ministro da Educação na UFSM se embasa em vários fatos, entre os quais, os constantes cortes de recursos orçamentários, que a cada ano têm empobrecido a universidade e ameaçam inviabilizá-la; os sucessivos ataques do governo Bolsonaro ao trabalho realizado pelas Instituições Federais de Ensino; e, o caso mais recente, na semana passada, quando o ministro Milton Ribeiro chegou a proibir as universidades de cobrarem o passaporte vacinal contra a Covid-19, medida que foi derrubada pelo Supremo Tribunal (STF).

No mote que chamava para a manifestação, as entidades destacaram que “quem ataca a nossa universidade não merece respeito”. Além disso, avaliam que “inimigos da educação não são bem-vindos na UFSM”.



Texto: Fritz R. Nunes
Imagem: UFSM
Assessoria de imprensa da Sedufsm

Fotos da Notícia

Ato de posse com a presença de titular do MEC ocorreu nesta quarta, 5, na modalidade on-line

Compartilhe com sua rede social


© 2022 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041