Notícias

12/09/2013   12/09/2013 18h23 | A+ A- | 312 visualizações

‘As aventuras do indiozinho Bretã’ será lançada dia 26

Ato de lançamento da revista bilíngue será na Aldeia Três Soitas


No próximo dia 26 de setembro, às 17h, a Sedufsm, com a colaboração do Grupo de Apoio aos Povos Indígenas e da comunidade da Aldeia Três Soitas (na rua Pedro Santini, próximo à rodoviária de Santa Maria, onde moram famílias Kaingang), faz o lançamento da revista “As aventuras do indiozinho Bretã”. Para a atividade, que acontecerá na própria aldeia, serão convocados representantes da UFSM, do movimento sindical da cidade, além de lideranças indígenas, do movimento social e autoridades em geral.

Gestada desde 2012, a produção é fruto de um encontro realizado entre membros da equipe de Comunicação da Sedufsm e do Teatro Saca Rolhas com crianças indígenas (curumins) kaingangs, na aldeia onde atualmente vivem. Lá, numa tarde de domingo, três histórias vividas pelos indígenas foram contadas e, posteriormente, transformadas em uma peça de teatro, apresentada para crianças do Núcleo Infantil Ipê Amarelo, da UFSM. A proposta da Sedufsm, desde o início, era fomentar o estreitamento entre as culturas branca e indígena, contribuindo para o fortalecimento do nativo e do popular.

“As aventuras do indiozinho Bretã” é uma adaptação em quadrinhos, ilustrada por Joacir Dias Xavier, dessas três histórias, que são verídicas e foram contadas, na língua materna kaingang, por crianças de até 10 anos de idade. Elaborada na forma bilíngue – português e kaingang -, a revista também servirá como material didático nas aulas lecionadas na aldeia indígena, que ainda necessita de muitos subsídios materiais para garantir qualidade ao ensino.
Durante o 58º Conad – de 18 a 21 de julho, em Santa Maria -, a revista foi apresentada ao movimento docente pelo vice-presidente da Sedufsm, Julio Quevedo, e pelo cacique kaingang, Natanael Claudino.

Repercussão na mídia local

Nesta quinta-feira, 12, a revista foi destaque no Diário de Santa Maria, ocupando a capa do Caderno 2. A reportagem conta como foi o processo de produção da revista, o contato com os indígenas, a encenação para crianças não indígenas e traz algumas características da produção, que terá distribuição gratuita em escolas indígenas do Rio Grande do Sul.

Texto: Bruna Homrich (estagiária)
Imagens: Arquivo/Sedufsm
Edição: Fritz Nunes (Jornalista)
Assessoria de Imprensa da Sedufsm

 



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2017 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet