ANDES-SN segue filiado à CSP-Conlutas e aprofunda debate sobre a central SVG: calendario Publicada em 08/02/20 12h21m
SVG: atualizacao Atualizada em 08/02/20 12h42m
SVG: views 1479 Visualizações

39º Congresso aprovou realização de um Conad extraordinário para fazer balanço sobre atuação da CSP-Conlutas

Alt da imagem

No segundo semestre de 2020, o ANDES-SN realizará um Conselho (Conad) extraordinário para debater a atuação da CSP-Conlutas nos últimos dez anos, a relevância da central sindical e popular na luta de classes e a permanência ou desfiliação do Sindicato Nacional docente à central. As indicações deste Conad serão encaminhadas para deliberação no 40º Congresso, que ocorrerá em 2021. Para além disso, também deverão ser promovidos, via secretarias regionais e seções sindicais, debates preparatórios sobre a temática nos estados.

Foi essa a decisão dos (as) delegados (as) presentes na plenária do Tema III – Plano Geral de Lutas – do 39º Congresso do ANDES-SN. Após um extenso debate que dividiu opiniões sobre o quão acertados vêm sendo os passos dados pela CSP-Conlutas, votou-se a permanência ou não na central sindical, e por 255 a 142 votos aprovou-se a permanência, porém com a realização dos debates nas bases e no próprio Conad extraordinário.

Para Laura Fonseca, docente do departamento de Serviço Social da UFSM e delegada eleita em assembleia da Sedufsm, este foi o primeiro congresso que oportunizou uma avaliação crítica com relação à CSP-Conlutas. “O esgotamento da capacidade de mobilização da central, o isolamento, um alinhamento partidário da central… Tudo isso foi muito debatido no meu Grupo de Trabalho. Foi importante porque permitimo-nos ouvir uns aos outros”, avaliou.

Já para Maristela Souza, docente do departamento de Desportos Individuais, diretora da Sedufsm e delegada eleita em assembleia, é uma grandeza um sindicato de professores universitários participar e construir uma central que é, para além de sindical, popular, estando junto com outros trabalhadores e movimentos sociais. “Afinal, as nossas lutas coincidem e têm o mesmo fundo, que é o ataque do capital à classe trabalhadora como um todo”, ponderou Maristela.

Sedufsm no 39º Congresso

A Sedufsm participa do 39º Congresso do ANDES-SN com uma delegação eleita em assembleia da categoria e composta pelos seguintes professores: Júlio Quevedo; Gihad Mohamad; João Carlos Gilli Martins; Maristela Souza; Hugo Blois Filho; Carmem Dickow; Laura Fonseca; Adriana Zecca. Marian Noal Moro (todos delegados) e Abel Panerai Lopes (observador).

Participam do Congresso, que teve início na terça, 4, e segue até o sábado, 8, em São Paulo, 86 seções sindicais, 460 delegados, 178 observadores; 14 convidados; 34 diretores do ANDES-SN, totalizando 686 participantes.


Texto e fotos: Bruna Homrich

Assessoria de Imprensa da Sedufsm

 

SVG: camera Galeria de fotos na notícia

Carregando...

SVG: jornal Notícias Relacionadas

ANDES-SN divulga Carta de São Paulo

SVG: calendario 12/02/2020
SVG: tag 39 Congresso
Documento sintetiza principais discussões e encaminhamentos do 39º Congresso do Sindicato Nacional

Maior Congresso do ANDES-SN chega ao fim apontando greve para 2020

SVG: calendario 10/02/2020
SVG: tag 39 Congresso
Evento reuniu mais de 600 docentes entre os dias 4 e 8 de fevereiro, em São Paulo

39º Congresso indica greve docente para início do semestre letivo

SVG: calendario 07/02/2020
SVG: tag 39 Congresso
Professores (as) aprovaram calendário de lutas envolvendo assembleias de base, dias de mobilização e Greve Geral da Educação
Veja todas as notícias