A sede do saber nega a ciência e a tragédia SVG: calendario Publicada em
SVG: atualizacao Atualizada em 16/05/24 16h13m
SVG: views 658 Visualizações

Comando Local de Greve docente divulga nota criticando o retorno das aulas na próxima segunda, 20

Alt da imagem

O Comando Local de Greve, divulgou nesta quinta, 16 de maio, uma nota de solidariedade à comunidade que foi atingida, de forma direta ou indireta, pelas chuvas e enchentes que ocorreram nas últimas semanas. Ao mesmo tempo, se manifesta de forma contrária à decisão da UFSM, de retornar às aulas na próxima segunda, 20 de maio, sem uma avaliação cientificamente adequada dos riscos. Veja abaixo

“Nota do Comando Local de Greve

Considerando que:

  1. A UFSM e a sua comunidade foram profundamente afetadas pela catástrofe climática que se abateu sobre mais de 90% dos municípios do estado do Rio Grande do Sul;
  2.  A gestão da UFSM não demonstrou agilidade para organizar a gestão da crise; 
  3. A gestão da UFSM não apresentou um diagnóstico detalhado dos impactos da tragédia sobre a sua comunidade, conforme solicitação do Comando Local de Greve dos e das docentes em audiência com a Reitoria no dia 9 de maio;
  4. Que a Instrução Normativa 05/2024 emitida pela gestão da UFSM, em 9 de maio, suspendia as atividades por tempo indeterminado;
  5. Que o Conselho Nacional de Educação emitiu parecer autorizando a flexibilização de calendários até 2025.

O Comando Local de Greve vem a público reiterar a sua solidariedade e empatia com a dor da nossa comunidade, que foi afetada direta ou indiretamente por um acontecimento sem precedentes. Ao mesmo tempo, vem manifestar seu entendimento de que um retorno das atividades, sem uma avaliação cientificamente adequada dos riscos e condições objetivas e subjetivas, nada mais é do que negar a própria essência da Universidade, sede de produção de conhecimento. 

Esta decisão se agrava porque boa parte dos servidores e servidoras da UFSM permanece em greve e, portanto, o retorno dos e das estudantes a Santa Maria e Cachoeira do Sul não significará a retomada, de fato, das atividades acadêmicas. 

Reiteramos que docentes e técnicos(as), mesmo em greve, estão desenvolvendo ações de solidariedade à comunidade interna e externa da UFSM. Portanto, ratificamos que não é o momento de retorno às atividades acadêmicas e, sim, de mapeamento criterioso de danos e acolhimento de todos e todas afetadas. 

 

Santa Maria, 16 de maio de 2024
Comando Local de Greve dos e das docentes da UFSM".

 

Edição: Karoline Rosa
Arte: Italo de Paula
Assessoria de imprensa da Sedufsm

SVG: camera Galeria de fotos na notícia

Carregando...

SVG: jornal Notícias Relacionadas

ANDES-SN assina acordo resultante da greve com o governo federal

SVG: calendario 28/06/2024
SVG: tag Greve 2024
Presidente da Sedufsm diz que conteúdo assinado foi o possível e recoloca o sindicato como protagonista

Sedufsm informa Reitoria sobre fim da greve e entrega moção de repúdio

SVG: calendario 28/06/2024
SVG: tag Greve 2024
Sindicato comunicou volta das aulas em 1º de julho e repassou documento aprovado em assembleia

Docentes da UFSM finalizam greve e aprovam retorno às aulas em 1º de julho

SVG: calendario 27/06/2024
SVG: tag Greve 2024
Assembleia também aprovou moção de repúdio à Reitoria devido à forma como foi encaminhado o calendário acadêmico

Veja todas as notícias