Conselho Universitário da UFSM aprova “moção de apoio” à greve docente SVG: calendario Publicada em
SVG: atualizacao Atualizada em 23/05/24 19h58m
SVG: views 689 Visualizações

Nota foi divulgada nesta terça-feira (21) e manifesta apoio às reivindicações dos docentes da instituição

Alt da imagem


O Conselho Universitário da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) aprovou no dia 26 de abril, uma moção de apoio à greve nacional dos docentes na educação federal. No entanto, a divulgação da nota ocorreu apenas nesta terça-feira, 21 de maio. A decisão manifesta solidariedade às reivindicações dos professores de todo o país, com atenção especial aos docentes da própria UFSM. Leia a seguir: 

Nota: Moção de apoio à greve nacional dos docentes na educação federal

O Conselho Universitário da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), considerando deliberação em sessão ordinária realizada em 26 de abril de 2024, manifesta sua solidariedade e apoio às reivindicações da luta dos docentes de todo o país e, em especial, da UFSM.

A pauta da greve engloba não somente a luta por carreira docente e salários dignos, mas também a luta por recomposição das verbas das IFES, especialmente as da UFSM, que desde 2016 até 2023 sofreram uma queda real de 28% no custeio e 79% no investimento. Para 2024 o orçamento prevê ainda um corte adicional de 10%. Estamos numa situação de precarização das condições do ensino, da pesquisa e da extensão.

Os docentes da Educação Federal vêm tentando negociações com o governo federal desde janeiro de 2023. O recurso à greve é um direito está previsto na Constituição Federal de 1988. Até o presente momento não houve uma resposta efetiva as reinvindicações.

A luta dos docentes é por reestruturação da carreira docente, recuperação de perdas salariais, recomposição dos orçamentos das IFES, visando solucionar problemas e desafios decisivos para a defesa de uma educação pública, gratuita, democrática, laica, de qualidade e socialmente referenciada.

Nesse contexto, o CONSU manifesta seu apoio ao movimento de greve, desejando que as negociações com o governo federal levem a vitória nas pautas pleiteadas, o que será benéfico para toda a comunidade universitária e para a Universidade Pública Brasileira.

Santa Maria, 26 de abril de 2024
Aprovada na Sessão 871º do Conselho Universitário na UFSM”.

Leia aqui a versão original da moção de apoio. 

 

Texto: Karoline Rosa (jornalista), com informações da UFSM
Assessoria de Imprensa da Sedufsm

 

SVG: camera Galeria de fotos na notícia

Carregando...

SVG: jornal Notícias Relacionadas

ANDES-SN assina acordo resultante da greve com o governo federal

SVG: calendario 28/06/2024
SVG: tag Greve 2024
Presidente da Sedufsm diz que conteúdo assinado foi o possível e recoloca o sindicato como protagonista

Sedufsm informa Reitoria sobre fim da greve e entrega moção de repúdio

SVG: calendario 28/06/2024
SVG: tag Greve 2024
Sindicato comunicou volta das aulas em 1º de julho e repassou documento aprovado em assembleia

Docentes da UFSM finalizam greve e aprovam retorno às aulas em 1º de julho

SVG: calendario 27/06/2024
SVG: tag Greve 2024
Assembleia também aprovou moção de repúdio à Reitoria devido à forma como foi encaminhado o calendário acadêmico

Veja todas as notícias