66º Conad aprova moção de repúdio à minuta que altera promoção e progressão docente na UFSM SVG: calendario Publicada em
SVG: atualizacao Atualizada em 20/07/23 14h54m
SVG: views 1385 Visualizações

Proposição foi apresentada pela delegação da Sedufsm que participava do evento de Campina Grande

Alt da imagem

No domingo, 16 de julho, último dia do 66º Conad (Conselho do ANDES-SN), que ocorria em Campina Grande (PB), as e os participantes, em um total de mais de 300 pessoas, aprovaram uma série de moções durante a plenária de encerramento, já no turno da noite. Uma dessas moções foi apresentada pela delegação da Sedufsm (professora Neila Baldi, professor Julio Quevedo e professora Márcia Paixão), e objetivava repudiar a “proposta de minuta de resolução que altera critérios para a promoção e progressão dos(as) docentes da carreira do Magistério Superior no âmbito da UFSM”.

A moção, aprovada pela plenária do evento, será destinada ao gabinete do reitor da UFSM. Acompanhe a seguir a íntegra do texto:

“MOÇÃO DE REPÚDIO

A(O)s delegada(o)s ao 66º CONAD do ANDES-SN, realizado em Campina Grande/PB, no período de 14 a 16 de julho de 2023, manifestam repúdio à minuta de resolução, que altera critérios para a promoção e progressão dos(as) docentes da carreira do Magistério Superior da UFSM, elaborada por um Grupo de Trabalho sem discussão com a categoria docente.

A minuta de resolução representa um ataque ao direito dos e das docentes à promoção e progressão na carreira, ao propor a revisão dos critérios da avaliação de desempenho – tanto ao duplicar a pontuação a ser alcançada pelos/as docente em cada interstício, quanto ao desconsiderar atividades que compõem o trabalho docente. Além disso, a proposta fere a legislação nacional que rege a carreira dos/as docentes do Magistério Superior.”

As outras diversas moções aprovadas, expressavam repúdio às posturas conservadoras e misóginas de parlamentares municipais, estaduais e federais da extrema direita, aos ataques à educação pública, à liberdade de cátedra e às trabalhadoras e trabalhadores da Educação. Também manifestaram apoio às vítimas desses ataques, entre os quais, alguns e algumas docentes da base do ANDES-SN. As moções serão revisadas e, posteriormente, encaminhadas pela secretaria do Sindicato Nacional.

Parte da delegação da Sedufsm: professoras Neila Baldi e Márcia Paixão
 

Texto: Fritz R. Nunes com informações do ANDES-SN
Arte: Italo de Paula
Foto: Fritz R. Nunes
Assessoria de imprensa da Sedufsm

SVG: camera Galeria de fotos na notícia

Carregando...

SVG: jornal Notícias Relacionadas

Sindicato finaliza reuniões para construção de proposta de encargos docentes

SVG: calendario 05/12/2023
SVG: tag Minuta
Colaborações de docentes das Unidades serão importantes na elaboração de documento da Sedufsm que será enviado aos conselhos superiores

Sedufsm segue na construção colaborativa de nova proposta sobre encargos docentes

SVG: calendario 30/11/2023
SVG: tag Minuta
Reuniões buscam atender demandas dos professores e professoras, e se encerram terça-feira, em Cachoeira do Sul

Sedufsm intensifica debates para proposição de nova minuta sobre encargos docentes

SVG: calendario 24/11/2023
SVG: tag Minuta
As reuniões, que iniciaram dia 16 de novembro, seguem até dia 5 de dezembro contemplando centros e campi da UFSM

Veja todas as notícias