Sedufsm conquista nova sede em Camobi SVG: calendario Publicada em
SVG: atualizacao Atualizada em 09/02/24 12h39m
SVG: views 843 Visualizações

Nova aquisição recebeu o nome ‘Casa Clovis Guterres’ em homenagem ao legado do professor

Alt da imagem

Depois de duas décadas, a Sedufsm realizou o desejo de ter uma sede em Camobi para estar mais próxima da categoria docente. A nova aquisição fica localizada próximo à UFSM, na Rua Vereador Erly de Almeida Lima, 690; e possui uma área de 120m². 

Para o professor e presidente da SEDUFSM, Ascísio Pereira, “adquirir uma sede em Camobi é fundamental porque todas as atividades acadêmicas da UFSM - Santa Maria estão lá. A nossa sede no centro é ótima, mas os professores têm muita dificuldade para se deslocar até lá, a gente tem problema para estacionamento e essas coisas, e aqui a gente tem uma compreensão que facilita para que os professores possam simplesmente passar para tomar um café e conversar ou para resolver alguma coisa burocrática da categoria", comenta Ascísio.

 A professora e diretora da Sedufsm, Liane Weber, explica que na época em que a sede no centro foi comprada, muitas atividades da UFSM ainda eram realizadas no centro, no espaço da antiga Reitoria e também no antigo Hospital Universitário, ambos localizados na Floriano Peixoto, “a sede adquirida no centro era muito próximo a esses espaços, hoje todas as atividades da UFSM, acadêmicas e administrativas estão no Campus em Camobi.  Então a aquisição dessa sede próxima a UFSM é muito importante”, destaca Liane. Além disso, no início dos anos 2000, em assembleia docente, a categoria havia manifestado o interesse em ter uma sede em Camobi, a partir da maior ocupação da Universidade no bairro. 

A nova sede

A aquisição do novo espaço durou cerca de um mês, envolvendo visitas e reuniões com o Conselho de Representantes e o Conselho Fiscal. A professora e diretora da Sedufsm, Teresinha Weiller, moradora próxima do local, desempenhou um papel importante ao identificar a oportunidade e envolver a diretoria na busca pela nova sede.
A casa adquirida pertencia a um Técnico-Administrativo em Educação (TAE) aposentado da UFSM, São Miguel Borsato Campanhola, portanto representa um elo afetivo com a universidade. Com seu falecimento em agosto de 2023, a família decidiu vender a propriedade, Liane conta que ao vender o imóvel,  a família expressou o desejo de que a casa continuasse associada à UFSM. 

“As filhas do Sr. São Miguel tinham uma vontade muito grande de que a casa continuasse com um vínculo que pudesse lembrar sempre o pai, então ao saber que a casa seria a base de uma seção sindical dos professores e das professoras da UFSM, elas ficaram muito felizes”, descreve a professora. 

Casa Clovis Guterres 

A escolha do nome "Clovis Guterres" para a nova sede foi uma homenagem mais do que merecida ao primeiro presidente da Sedufsm. O Professor Clóvis Guterres foi um líder sindical exemplar, diretor do Centro de Educação (CE), chefe de departamento, candidato a vice-reitor e participou ativamente na primeira gestão do ex-reitor e professor Paulo Burmann. Sua vida dedicada à universidade e ao movimento sindical deixou um legado notável.

Ascísio compartilhou sua relação pessoal com o professor Clóvis Guterres, enfatizando a sua importância para a UFSM e sua participação no movimento sindical. 

"O professor Clovis esteve em vários lugares e cargos dentro da instituição, mas em momento algum abriu mão e deixou de se posicionar como um professor ligado à categoria docente, à história da classe trabalhadora e do movimento de esquerda em Santa Maria e no Brasil. Enfim, professor Clovis foi um homem muito coerente até o final da sua vida, e por isso seria muito justo no entendimento da diretoria e também da base da categoria, que estavam na assembleia que elegeu o nome da nova sede, escolher ‘Casa Clovis Guterres’ para homenagear nossa nova sede de Camobi. Então para nós é uma honra muito grande ter a casa com o nome desse colega, desse professor que tanto fez pela UFSM”, aprecia o presidente da Sedufsm.

A jornalista e professora universitária aposentada, Rosana Cabral Zucolo, expressou sua emoção com a homenagem ao professor Clovis Guterres. "Fico emocionada com a homenagem porque é uma forma do Clovis continuar presente entre nós. Sempre penso ser necessário encontrar meios capazes de assegurar que a memória não se perca e a história seja contada. Temos um tempo curto para estar neste mundo  com as pessoas. E  o Clovis tinha essa característica: sabia estar entre as pessoas e olhar para elas. Era uma pessoa voltada para o coletivo, para o bem-estar de todos”, declara a jornalista. 

Rosana, que também é viúva do professor Clovis Guterres, destaca que “ele sempre foi presente e atuante nas questões que envolvem os processos democráticos na universidade. Espero que ajude as pessoas a lembrarem que as conquistas na história da universidade pública resultam do trabalho e da luta de muitas pessoas”, relata a professora. 

A nova sede não representa apenas um espaço físico para a Sedufsm, mas um marco de pertencimento e reconhecimento da importância do Professor Clóvis Guterres. O sindicato espera que esse local se torne um ponto de encontro, diálogo e celebração das conquistas coletivas alcançadas ao longo da história da UFSM.

 

Texto: Karoline Rosa (jornalista)
Arte: Italo de Paula
Assessoria de Imprensa da SEDUFSM

 

SVG: camera Galeria de fotos na notícia

Carregando...

SVG: jornal Notícias Relacionadas

Sedufsm promove assembleia na segunda(22), para avaliar a adesão ou não à greve nacional

SVG: calendario 19/04/2024
SVG: tag Sedufsm
Com início às 8h30, a plenária acontece em dia de paralisação e de forma simultânea nos quatro campi da instituição

“O povo palestino tem direito à insurgência e à luta armada”, afirma Breno Altman

SVG: calendario 18/04/2024
SVG: tag Sedufsm
Em entrevista ao Ponto de Pauta, jornalista fala sobre conflito entre Israel e Palestina

Sedufsm participa da ‘Jornada de Lutas em Brasília’

SVG: calendario 18/04/2024
SVG: tag Sedufsm
Entre as atividades, houve audiência na Câmara dos Deputados e Marcha na capital federal

Veja todas as notícias