Departamentos de Engenharia Química e Administração rejeitam minuta das progressões SVG: calendario Publicada em
SVG: atualizacao Atualizada em 26/07/23 18h31m
SVG: views 1442 Visualizações

Diversos departamentos da UFSM já publicaram nota repudiando proposta da reitoria

Alt da imagem
Assembleia promovida em 29 de junho rejeitou a proposta de alteração na progressão e promoção da carreira docente

Mais dois departamentos lançaram notas rejeitando a minuta das progressões e promoções docentes na Ufsm. Trata-se dos departamentos de Administração e de Engenharia Química, que elencaram motivos pelos quais avaliam a minuta como prejudicial às e aos professores.

Para o dep. de Engenharia Química, a proposta acabaria por inviabilizar a progressão e promoção, no prazo de 24 meses, para quase todos os docentes da universidade, o que demonstraria sua incoerência e desconexão com a realidade da categoria.

Dentre os pontos mais problemáticos destacados na nota estão o aumento injustificado da pontuação necessária para progressão e promoção; e a retirada da pontuação para atividades importantes do contexto docente, como orientações de especialização, mestrado e doutorado, coordenação ou participação em projetos de ensino ou pesquisa, publicações de resumos em congressos, participação em bancas de monografias, dissertações, teses e em seleções de professor substituto, atuação como revisor de periódicos e como editor de revista científica, co-orientação de monografias, dissertações ou teses, orientação de trabalhos apresentados na JAI, representação de categoria em órgãos competentes, premiações, autoria de cadernos didáticos, participação em sub-chefias.

A nota do departamento de Engenharia Química, que pode ser lida na íntegra aqui, traz uma série de outros motivos pelos quais as e os docentes colocam-se contrários ao texto e, também, mostram-se dispostos a contribuir ativamente com o tema, através de ideias, sugestões e recursos “para uma nova resolução que seja justa, equilibrada e promova o crescimento profissional de todos os docentes”.

Proposta de minuta não leva em conta especificidades dos cursos

No posicionamento das e dos docentes pertencentes ao departamento de Ciências Administrativas da Ufsm, expresso em nota que pode ser lida aqui, a proposta de minuta deve ser, também, rejeitada, tendo em vista que não considera as especificidades das áreas de conhecimento e as diferentes realidades das Unidades de Ensino e dos campi.

Outros problemas destacados foram o fato de a proposta dobrar a pontuação mínima exigida pela instituição e, assim, restringir o acesso das e dos docentes às alterações de carreira; e a ilegalidade de se considerar a avaliação do ensino aprendizagem como requisito mínimo para a progressão, uma vez que a legislação indica como requisitos o interstício de 24 meses e a aprovação na avaliação de desempenho.

Também foi destacado, na nota do dep. de Ciências Administrativas, a retirada da pontuação de diversas atividades do cotidiano docente.

“Ainda, ressaltamos que a proposta apresentada desconsidera os desafios que temos vivenciado para desenvolver nossas pesquisas nos últimos tempos, como os impactos a médio e longo prazo da diminuição expressiva dos recursos destinados à pesquisa e à pós-graduação que as Universidades vivenciaram nos últimos tempos, bem como do desafio da retomada de projetos e parcerias que foram suspensos no decorrer da pandemia”, atestam na nota.

Leia as notas de outros departamentos da Ufsm contra a minuta das progressões e promoções docentes:

Leia aqui a nota do CCS. 

Leia a nota do departamento de Economia e Relações Internacionais.

Leia a nota do departamento de Metodologia do Ensino.

Nota do Departamento de Administração Escolar (ADE)

Nota do Departamento de Educação Especial (EDE)

Nota do Departamento de Fundamentos da Educação (FUE)

Nota do Departamento de Metodologia do Ensino (MEN)

Nota do Departamento de Expressão Gráfica (CT)

Reitoria divulga calendário de discussões sobre a minuta

A rejeição da categoria docente da Ufsm à minuta foi tamanha que a reitoria da Ufsm decidiu alargar os prazos para discussão e estabelecer um calendário de discussões sobre o tema nas unidades de ensino. Saiba mais.

Leia aqui a Nota Técnica divulgada pela assessoria jurídica da Sedufsm acerca da minuta das progressões e promoções docentes.

Leia aqui a nota da diretoria da Sedufsm em repúdio à minuta.

 

Texto: Bruna Homrich

Foto: Fritz Nunes

Assessoria de Imprensa da Sedufsm

 

 

SVG: camera Galeria de fotos na notícia

Carregando...

SVG: arquivo-download Documentos

- Manifestação do departamento de Engenharia Química da Ufsm

- Manifestação do departamento de Ciências Administrativas da Ufsm

SVG: jornal Notícias Relacionadas

Sindicato finaliza reuniões para construção de proposta de encargos docentes

SVG: calendario 05/12/2023
SVG: tag Minuta
Colaborações de docentes das Unidades serão importantes na elaboração de documento da Sedufsm que será enviado aos conselhos superiores

Sedufsm segue na construção colaborativa de nova proposta sobre encargos docentes

SVG: calendario 30/11/2023
SVG: tag Minuta
Reuniões buscam atender demandas dos professores e professoras, e se encerram terça-feira, em Cachoeira do Sul

Sedufsm intensifica debates para proposição de nova minuta sobre encargos docentes

SVG: calendario 24/11/2023
SVG: tag Minuta
As reuniões, que iniciaram dia 16 de novembro, seguem até dia 5 de dezembro contemplando centros e campi da UFSM

Veja todas as notícias