ATENDIMENTO DA SEDUFSM

A Sedufsm informa que a partir de segunda, 23 de março, a sede do sindicato estará fechada e todos os atendimentos serão realizados de forma remota (online), por tempo indeterminado. Os (as) sindicalizados (as) poderão entrar em contato com a entidade das 8h às 12h e das 14h às 18h através do e-mail sedufsm@terra.com.br ou dos telefones (55) 99614-2696 e (55) 99935-8017.

Sindicato


Espaço Cultural

Reflexões Docentes

Contatos SEDUFSM

(55) 3222 5765

Segunda à Sexta
08h às 12h e 14h às 18h

Endereço

SEDUFSM
Rua André Marques, 665
Centro, Santa Maria - RS
97010-041

Email

Fale Conosco - escreva para:
sedufsm@terra.com.br

Twitter

SEDUFSM

Facebook

SEDUFSM

Youtube

SEDUFSM

Notícias

05/02/2020   05/02/20 21h19 | A+ A- | 580 visualizações

Professores reforçam unidade de ação para barrar ataques

39º Congresso do ANDES-SN aponta duas datas de luta para março


Plenária apontou necessidade da unidade de ação para construir Greve Geral

2020 mal iniciou e já tem duas datas de luta apontadas pelo sindicato nacional docente. A primeira é o dia 8 de março, mundialmente conhecido como o Dia Internacional de Luta das Mulheres Trabalhadores. A exemplo das fortes mobilizações que marcaram essa data nos últimos anos, a proposição é de que a mobilização seja reforçada frente a um governo que ameaça cotidianamente a vida das mulheres. Como pautas de luta sobressaem-se o enfrentamento às políticas de Bolsonaro e seus ministros, que obstaculizam ainda mais os direitos reprodutivos das mulheres, bem como precarizam suas condições de vida e trabalho com a aprovação de projetos como o da Reforma da Previdência.

A outra data apontada é o dia 18 de março, construído nacionalmente por diversas entidades do funcionalismo público. A rejeição intransigente ao Future-se, à militarização das escolas, à reforma administrativa, ao desrespeito à autonomia universitária e ao desmonte dos serviços públicos integram a pauta central de luta. A ideia é que esse dia sirva como aglutinador de forças para a construção de uma grande greve geral que reúna classe trabalhadora e juventude contra os desmandos do governo.

Ambas as datas foram respaldadas pela plenária do Tema I – Movimento Docente e Conjuntura, ocorrida na tarde e noite da última terça-feira, 4 de fevereiro, durante o 39º Congresso do ANDES-SN. Na ocasião, após a defesa dos Textos de Resolução, dezenas de professores e professoras realizaram intervenções com avaliações sobre o momento político, econômico e social, propondo críticas e caminhos de resistência.

Alguns debates geraram maior divergência, porém o fio condutor das discussões foi a importância da unidade de luta. Unidade prática, que não se limite a disputas institucionais, mas que auxilie no avanço de consciência dos trabalhadores para saírem às ruas contra os ataques do governo Bolsonaro.

Durante e plenária, diversos professores (as) relataram abusos ocorridos em suas universidades, a exemplo da Universidade Federal da Grande Dourados (Mato Grosso do Sul), na qual o governo, representado pelo Ministério da Educação, nomeou uma interventora à reitoria, afrontando o processo democrático de consulta aos segmentos da universidade.

A Sedufsm participa do 39º Congresso do ANDES-SN com uma delegação composta pelos seguintes professores (todos eleitos em assembleia): Júlio Quevedo; Gihad Mohamad; Adriana Zecca; Maristela Souza; Hugo Blois Filho; Carmem Dickow; João Gilli Martins; Laura Souza Fonseca e Marian Noal Moro. Além destes professores, que participam como delegados, também integra a delegação o professor Abel Panerai Lopes, que atua como observador no evento.O Congresso segue até o sábado, 8, às 23h59, tendo suas discussões pautadas por quatro eixos temáticos: Tema I – Movimento docente e conjuntura; Tema II – Plano dos Setores; Tema III – Plano Geral de Lutas e Tema IV – Questões organizativas e financeiras.

O 39º Congresso conta com a participação de 81 seções sindicais, 442 delegados (as), 166 observadores (as), 34 diretores (as) nacionais e 12 convidados (as), totalizando 654 participantes. Durante a quarta e quinta-feira, 5 e 6, os (as) professores (as) reúnem-se em Grupos de Trabalho (GT’s), onde os temas são debatidos com mais minúcia e, posteriormente, remetidos às plenárias gerais.

 

Texto e fotos: Bruna Homrich

Assessoria de Imprensa da Sedufsm



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2020 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet